[Resenha] O Castelo das Águias

o castelo das águias

Título: O Castelo das Águias

Autora: Ana Lúcia Merege

Editora: Draco

Páginas: 192

Sinopse:

Existe no mundo de Athelgard uma escola de artes místicas famosa pelos magníficos pássaros que lhes dão o nome, O Castelo das Águias. Nesse fantástico romance de Ana Lúcia Merege, a jovem Mestre de Sagas Anna de Bryke se depara com uma trama de conspiração e segredos que põe em risco a vida e a liberdade das águias. Mas mesmo em tempo de crise, o que lhe tirará o sono será desvendar os mistérios do enigmático mago Kieran e os sentimentos que nutre por ele.

Fonte: Contracapa do livro

Uma leitura leve, agradável e muito mágica!

Fiquei feliz por escolher este livro no momento certo. Não queria nada muito tenso ou sombrio (eu havia começado a assistir Ajin, e achei que já era sanguinolência suficiente), nem mundos cheios de conflitos políticos mais complicados do que estudar o Oriente Médio para o vestibular. Por isso, achei que o Castelo das Águias seria um bom companheiro na minha viagem para o deserto argentino, onde eu faço os experimentos do meu mestrado. E que delícia foi viajar com esse livro!

A história é narrada em primeira pessoa pela Anna de Bryke, que chega à Escola de Artes Mágicas para ser professora, ou, mais especificamente, Mestra de Sagas. Os alunos aprendem não só magia, mas também artes diversas (que não deixam de ser uma forma de magia). Além de ser uma escola, o castelo abriga as águias que, em tempos de guerra, são transformadas em águias guerreiras por meio de encantamentos. Algumas pessoas, entretanto, não têm escrúpulos quando se trata da liberdade das águias, e pretendem usá-las sem se importarem com seu bem-estar. A protagonista se envolve nessa questão e, por isso, acaba se aproximando também do mago Kieran, o Mestre das Águias.

O enredo pode ser relativamente simples, mas nos convida a pensar. Até onde podemos utilizar outros seres vivos em benefício dos humanos? Como eu disse antes, li esse livro a caminho de fazer os experimentos do meu mestrado, e a discussão sobre ética na ciência, em especial no uso de animais, é sempre uma questão importante para mim.

o castelo das águias mapa athelgard

O livro vem com um mapa bem bonito do mundo onde se passa a história

Quanto aos personagens, gostei da protagonista e do Kieran, que, apesar dos defeitos, têm atitudes bastante sensatas em relação a outros personagens de livros juvenis. Ambos parecem ter se interessado um pelo outro logo de cara, e o Kieran fez o que um cara sensato faria nessa situação: procurou conversar com a Anna para conhecê-la melhor. Nada de ficar dando patadas e fazendo joguinhos feito muito mocinho de YA por aí.

A única atitude estranha dele foi fazer certa proposta para a Anna quando ainda mal a conhecia (estou tentando evitar o spoiler, desculpem!)… Juro que pensei “Corre, Anna! Ele é maluco!”. Mas, para a minha surpresa, ela concordou com ele bem fácil. Considerando que é um mundo mágico e com ares de conto de fadas, acho que faz sentido, mas, se eu pudesse falar com a Anna…  “Miga, sério isso?!”

Olha aí, já estava me sentindo amiga da Anna. Acho que só por ela gostar do deus Loki nós já teríamos o que conversar, hehe. Alguns deuses nórdicos e até mesmo o Fenrir (já leu sobre a lenda dele aqui?) são mencionados na história como parte das crenças dos povos de Athelgard. A autora parece ter se inspirado em diversas culturas para criar aquele mundo, o que achei sensacional.

Se eu tenho uma crítica maior em relação ao livro, é a falta de uma lista de personagens. São tantos nomes, e de tantas pessoas que aparecem só uma ou duas vezes, que eu fiquei meio perdida. Em vários momentos precisei voltar páginas para saber de quem estavam falando.

Considerações finais

Recomendo este livro a quem estiver afim de uma leitura juvenil leve e agradável. Soube que a continuação da série, o livro A Ilha dos Ossos, conta com a narração do Kieran, o que me deixou bastante curiosa.

Avaliação: 4/5

Anúncios

Um comentário em “[Resenha] O Castelo das Águias

  1. Que bom que gostou! Espero que leia e curta ainda mais os próximos. Concordo que tinha muita gente e o livro merecia um glossário. Enquanto não tem uma edição revista, pode-se ver a lista dos personagens no blog: http://castelodasaguias.blogspot.com.br/2011/12/personagens-do-livro-o-castelo-das.html

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s